Pesquisa: O ESTADO DO MUNDO 2010: Do consumismo à sustentabilidade

CULTURA

 

“A cultura é para facilitar às pessoas a liberação de seu potencial, e não para ficar estagnada como um muro que as impede de progredir. Uma cultura que não deixa as pessoas crescerem em uma cultura é morta, e a cultura morta deve ficar no museu, não na sociedade humana. (M.Yunus, p.20)

 

A CULTURA DO CONSUMO

 

“Na a ausência de uma equação capaz de frear o consumismo concentrado e impulsionar o consumo sustentável […] torna-se necessária (a promoção) da uma mudança cultural e comportamental, o que inclui maior conscientização do consumidor quanto às consequências de seus atos de consumo [...]É fundamental levá-lo a perceber a importância de se apoiar o esforço das melhores empresas em responsabilidade sócio ambiental, pressionando- as diretamente e comprando os seus produtos, assim como valorizando as novas tecnologias por elas desenvolvidas. […] deve-se, também, pressionar os governos na direção de uma atuação mais sustentável, no provimento de serviços que facilitem a ação do consumo Consciente” (como exemplo na logistica reversa de destinação de resíduos para reuso e reciclagem). Eduardo Athayde e Helio Mattar

 

OS DADOS DO CONSUMISMO

 

O relatório 2008 O Estado do Mundo estabelece a reflexão sobre “o quanto as culturas de consumo precisarão mudar para que a espécie humana prospere verdadeiramente”. (Erik Assadourian – Diretor do Projeto). E lembra que o relatório Pegada Ecológica (Global Footprint Network, 2008), já apontava que a humanidade usava recursos correspondentes a “um terço a mais da capacidade da Terra do que a efetivamente disponível, afetando a regeneração dos ecossistemas dos quais a humanidade depende”.

Pegada Ecológica da Humanidade

“Entre 1950 e 2005, a produção de metais cresceu seis vezes, a de petróleo, oito, e o consumo de gás natural, 14 vezes. No total, 60 bilhões de toneladas de recursos são hoje extraídas anualmente – cerca de 50% a mais do que há apenas 30 anos. Hoje, o europeu médio usa 43 quilos de recursos diariamente, e o americano médio, 88 quilos. No final das contas, o mundo extrai o equivalente a 112 edifícios Empire State da Terra a cada dia. O Estado do Mundo (2010, p.33).

 

QUEM CONSOME?

 

De acordo com um estudo do ecologista de Princeton Stephen Pacala, “os 500 milhões de pessoas mais ricas do mundo (aproximadamente 7% da população mundial) são atualmente responsáveis por 50% das emissões globais de dióxido de carbono, enquanto os 3 bilhões mais pobres são responsáveis por apenas 6%”.

 

FICHA CATALOGRÁFICA DA PUBLICAÇÃO: Universidade Livre da Mata Atlântica e Instituto Akatu Estado do Mundo, 2010: estado do consumo e o consumo sustentável / Worldwatch Institute; Salvador, BA: Uma Ed., 2010.

Folhas tropicais

REDE

EMPRESA

RESPONSÁVEL

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Copyright 2006-2020

 

R.E.R. - Gestão, Marketing e Sustentabilidade - Todos os direitos reservados.

 

ATENÇÃO: Este site tem, também, o propósito de reunir pensadores, pensamentos, conheci-mentos e experiências. Caso discorde de alguma publicação neste compêndio, gentileza enviar e-mail que iremos retirar imediatamente seu link, citação ou conteúdo.

Site desenvolvido orgulhosamente por WUUM.